Mearim Motos

Dino alerta pré-candidatos do PCdoB sobre empréstimos com agiotas em campanha

terça-feira, 17 de maio de 2016

Share/Bookmark
Depois da morte do jornalista Décio Sá, a Polícia Civil descobriu um esquema agiotagem para o financiamento de campanhas eleitorais. O modo operacional era muito simples, o agiota emprestava dinheiro às candidaturas de prefeitos durante a campanha eleitoral e após o gestor ser eleito, processos licitatórios são forjados com a ajuda de ‘laranjas’ para desvio de verbas públicas. No ano passado mais de 50 prefeitos e ex-prefeitos passaram a ser investigados, e alguns presos.



Depois da morte do jornalista Décio Sá, a Polícia Civil descobriu um esquema agiotagem para o financiamento de campanhas eleitorais. O modo operacional era muito simples, o agiota emprestava dinheiro às candidaturas de prefeitos durante a campanha eleitoral e após o gestor ser eleito, processos licitatórios são forjados com a ajuda de ‘laranjas’ para desvio de verbas públicas. No ano passado mais de 50 prefeitos e ex-prefeitos passaram a ser investigados, e alguns presos.
Esse modelo de financiamento de campanha foi um dos assuntos que o governador Flávio Dino abordou durante encontro do PCdoB, na Assembleia Legislativa, no final de semana. “Qual é o modelo do Maranhão? É baseado em convênios e empréstimos com agiotas. O que acontece com alguns? Tem muita dificuldade de governar depois por sucumbir a esse modelo porque depois passa o resto da vida respondendo a processo”.
De acordo com o governador, na maioria dos casos, os prefeitos não conseguem fazer uma boa administração porque depois de eleitos os gestores ficam reféns dos agiotas.” A gente não pode repetir, porque depois quem paga em primeiro lugar é a população. Por que passa quatro anos e um prefeito não faz nada? Porque ele está pagando agiota”.
Flávio Dino disse que é precisos procurar alternativas, para depois de eleito o prefeito tenha governabilidade suficiente para atender as demandas dos municípios, sem ter que pagar a conta da campanha eleitoral. Ele fez um alerta aos pré-candidatos que estavam presentes no evento. “Basta olhar a quantidade de gente inelegível pelo resto da vida”.

0 comentários :

Postar um comentário