Mearim Motos

Vereadora de Lago da Pedra acusa PCdoB de expulsá-la de evento por ser ligada a Maura Jorge

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Share/Bookmark

Lorena Coelho veio a São Luís a convite do comunista Deusimar Serra, candidato a prefeito de Paulo Ramos, mais foi convidada a se retirar do local a pedido do ex-deputado Mauro Jorge e do também comunista Chico Roliflex, de Lagoa Grande.




Lorena em destaque, sentada na poltrona para a qual foi convidada e chamada a se retirar por ser ligada a Maura Jorge
Lorena em destaque, sentada na poltrona para a qual foi convidada e chamada a se retirar por ser ligada a Maura Jorge
Pelo menos um incidente político – que exibe a postura maniqueísta do PCdoB – foi registrado hoje, em São Luís, no encontro do partido com os candidatos a prefeito, neste sábado, 14.
A vereadora Lorena Coelho, de Lago da Pedra, foi desalojada de sua poltrona, onde acompanhava as palestras, na Assembleia Legislativa, a pedido dos comunistas Mauro Jorge e Chico Roliflex.
Motivo: a parlamentar é ligada à prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PTN).
– Cheguei com o Deusimar Serra, de Paulo Ramos. Estávamos já alojados quando encontramos o Chico Roliflex, que se mostrou incomodado com minha presença. Até que vieram dizer que eu não poderia ficar – disse Lorena, ao blog.
Em contato com o titular do blog, o jornalista Márcio Jerry, que preside o PCdoB, primeiro duvidou do episódio narrado. Depois, disse que iria consultar Deusimar. Ao retornar à conversa, disse que Lorena saiu por não estar credenciada como membro do PCdoB.
– Ela não se credenciou na mesa de recepção e ao ser identificada, foi informada que se tratava de um evento partidário, destinado a dirigentes, presidentes de comitês municipais e pré-candidatos a prefeito e vice-prefeito, tendo, em face disso, se retirado. Sem nenhuma alteração – garantiu o dirigente comunista, que ainda completou:
– Agora, matutando aqui: com que objetivo mesmo uma vereadora ligada a Maura Jorge veio a uma reunião do PCdoB? Mistério!.
Lorena Coelho rebate esta justificativa.
– O fato de ser próxima de Maura Jorge não impede ninguém de participar do evento para o qual foi convidado. Além disso, outros políticos, de outros partidos se faziam presentes e não houve credenciamento – explica.
O fato é que ficou claro que o PCdoB, hoje, vê a prefeita Maura Jorge como inimiga política, a ponto de hostilizar seus aliados.
E a prefeita agradece…

Por Marco Aurélio D'Eça 

0 comentários :

Postar um comentário