Mearim Motos

Polícias Militar e Civil prendem estupradores em Imperatriz e Presidente Dutra

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Share/Bookmark

Em prosseguimento ao combate a crimes sexuais contra menores e adolescentes, a Polícia Militar e a Polícia Civil prenderam dois suspeitos de abusar sexualmente de duas crianças no interior do Estado. O suspeito Alexandro Fidelis Borges, 33 anos, preso em Imperatriz e Francisco Feitosa da Silva, preso em Santo Antônio dos Lopes-MA. Os dois permanecerão à disposição da Justiça.

Após receber uma denúncia de estupro de vulnerável, os policiais do 14º BPM de Imperatriz se deslocaram, neste sábado (06), por volta das 15hs para o bairro Parque Alvorada. Na ação, os policiais prenderam o suspeito Alexandro Fidelis Borges, 33 anos.

De acordo com o repassado pela polícia, eles foram acionados para atenderem a uma ocorrência no bairro Parque Alvorada e ao chegarem ao local, os populares informaram que uma criança de 13 anos estava sendo abusada sexualmente por seu próprio pai. O crime iniciou desde que a criança tinha 12 anos. Foi informado, ainda, que a menina estava escondida na residência de amigos. O pai, identificado por Alexandro Borges, teria ido buscar a criança, mas os moradores não permitiram e em seguida realizaram o contato com a polícia.

Alexandro Borges, no momento da abordagem, estava de posse de uma arma branca e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para a realização dos procedimentos cabíveis.

Cumprimento de mandado de prisão

Já na regional de Presidente Dutra, a Polícia Civil prendeu, nesta última quinta-feira (03), no povoado Lagoa Nova, pertencente ao município de Santo Antônio dos Lopes, Francisco Feitosa da Silva. A prisão sucedeu em cumprimento a Mandado de Prisão, por crime de abuso sexual contra uma criança de 10 anos. O crime teria acontecido no dia 04 de Junho de 2016, na cidade de Gonçalves Dias-Ma.

Conforme o delegado Humberto Jr, Francisco da Silva, conhecido como “Arroxadinho” teria entrado na residência da vítima pela madrugada, acariciado e fugido após a criança gritar. Preso no dia 08 de junho, “Arroxadinho” foi posto em liberdade pela Justiça no dia 07 de julho e estava respondendo em liberdade.

A Polícia Civil do município informou que Francisco da Silva irá permanecer preso à disposição da Justiça.Francisco da Silva

0 comentários :

Postar um comentário