Mearim Motos

APAC de Pedreiras registra retorno de 100% dos recuperandos

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Share/Bookmark
Evento do Dia das Crianças na APAC Pedreiras
A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados de Pedreiras (APAC), informou que todos os recuperandos do sistema semiaberto, beneficiados com a saída temporária do Dia das Crianças, já retornaram à unidade prisional. De acordo com informações da APAC, 44 recuperandos receberam esse benefício. Esse retorno de 100% é fato comum, destaca a direção da APAC pedreirense.

Os presos saíram da unidade com autorização da juíza Ana Gabriela Costa Ewerton, da 2a Vara de Pedreiras e responsável pela execução penal na comarca. “Isto mostra a confiança e o trabalho que é desenvolvido pelo Judiciário aqui em Pedreiras. Trabalhos esses de conscientização de cumprimento de suas penas, feito através de palestras, para os recuperandos e seus familiares, e da confiança que todos depositam na ressocialização dos mesmos”, ressalta Ana Gabriela.

Atualmente na APAC de Pedreiras estão custodiados 115 recuperandos, divididos por regimes, a saber: Regime Fechado (49 recuperandos); Regime Semiaberto: (44 recuperandos); e Regime Aberto (22 recuperandos).

Sobre a APAC – A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que se dedica à recuperação e reintegração social dos condenados a penas privativas de liberdade, bem como socorrer a vítima e proteger a sociedade. Opera, assim, como uma entidade auxiliar do Poder Judiciário e Executivo, respectivamente na execução penal e na administração do cumprimento das penas privativas de liberdade. O objetivo da APAC é gerar a humanização das prisões, sem deixar de lado a finalidade punitiva da pena.

A APAC nasceu em São José dos Campos (SP) em 1972 e foi idealizada pelo advogado e jornalista Mário Ottoboni e um grupo de amigos cristãos. Hoje, a APAC instalada na cidade de Itaúna/MG é uma referência nacional e internacional, demonstrando a possibilidade de humanizar o cumprimento da pena. No Maranhão são nove APACs, sendo a de Pedreiras a pioneira no Estado, criada no ano de 2005.


0 comentários :

Postar um comentário