Mearim Motos

A Coca-Cola movimentou o mundo ao anunciar seu primeiro refrigerante com Gengibre.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Share/Bookmark
Exibindo Cini37.jpg

Agora utilizado pela Coca-Cola, gengibre é encontrado em refrigerante brasileiro desde a década de 1930. 

Produzido pela paranaense Cini Bebidas, a Gengibirra conquistou gerações com um sabor bem peculiar, que teve origem na cultura italiana 

CURITIBA, 08/11/2016 – Recentemente, a Coca-Cola movimentou o mundo ao anunciar seu primeiro refrigerante com gengibre. Para os paranaenses, a notícia não é tão surpreendente assim. Na década de 1930, o empresário de origem italiana Hugo Cini resolveu levar uma bebida, que tinha o gengibre como principal ingrediente de sua composição, até então consumida nos encontros de sua família para a linha de produção da Cini Bebidas, na época uma das primeiras fábricas de refrigerantes do país. Ele não sabia, mas nascia naquele momento a Gengibirra, refrigerante que caiu no gosto dos paranaenses e que hoje é considerado um dos símbolos do estado.
Exibindo Gengibirra.jpg
Curiosamente, o nome Gengibirra, que tem origem italiana, é a junção das palavras Gengibre e Birra (cerveja em italiano), e significava na época “cerveja de gengibre”, mesmo a bebida não sendo alcoólica. “A Gengibirra surgiu de maneira descontraída e descompromissada em encontros em casa. Era uma bebida caseira preparada com água, açúcar e gengibre picado ou ralado. Na sequência, ela passava por uma fermentação, e era por esse motivo que ela era chamada de cerveja de gengibre, mesmo não sendo alcoólica”, detalha Nilo Cini Júnior, representante da quarta geração da família Cini no Brasil e membro do Comitê de Acionistas da Cini Bebidas.

Atualmente, a Cini Bebidas produz, aproximadamente, 5 milhões de litros de Gengibirra por ano. O refrigerante é um dos mais vendidos pela empresa. Sua produção só não é maior por causa do ciclo de produção e da sazonalidade do gengibre. Para chegar na bebida, a Cini processa quase 20 toneladas de gengibre por ano. “A produção da Gengibirra é muito rigorosa, quase artesanal, levando mais de um ano para ficar pronta. Após chegar na fábrica, oriundo de regiões litorâneas do país, o gengibre passa messes em um processo fusão em extrato alcoólico, tudo para garantir a preservação do princípio ativo Gengirol e o sabor apurado da nossa bebida. O gengibre comprado até a metade do ano de 2016, por exemplo, vai parar na garrafa só no ano de 2018. Com esse cuidado, conseguimos oferecer um refrigerante de gengibre com uma qualidade incomparável”, detalha Nilo.

Além de extremamente refrescante, a Cini Gengibirra consegue manter alguns aspectos muito saudáveis da raiz, garantidos pela concentração de Gengirol na bebida. O gengibre ajuda, por exemplo, na cicatrização, diminui enjoos e náuseas, contribui para a aceleração do metabolismo, freia os efeitos da azia e reduz inflamações. Outro fator que chama a atenção, é a utilização da bebida na composição de diversos drinks. A Gengibirra é o refrigerante favorito dos mixologistas para o preparo das mais variadas bebidas.

A Gengibirra da Cini Bebidas é comercializada em garrafas pet (2 litros e 600 ml), nas tradicionais garrafas de vidro (600 ml) e em latas (269ml). “Inicialmente, a Gengibirra era vendida em garrafas de vidro, assim como toda a nossa linha. Na sequência, levamos ela para as garrafas pet. Em novembro do ano passado, seguindo um processo de reestruturação e reposicionamento da empresa, lançamos nossos primeiros refrigerantes em lata e a Gengibirra é um dos grandes destaques desse novo formato. Temos muito orgulho em falar que ela é um dos símbolos da cidade de Curitiba e do Estado do Paraná, uma bebida conhecida por todos, e a meta agora é que ela conquiste o Brasil”, completa Nilo Cini.

Exibindo gengibre-1203690_1920.jpg

0 comentários :

Postar um comentário