Denuncie

Amanhã (8) será marcada por interdições em rodovias no Maranhão

terça-feira, 7 de março de 2017

Share/Bookmark

São ao menos 11 pontos mapeados onde poderão ocorrer manifestações contra a reforma da Previdência Rural. A ponte da estiva é um dos principais alvos.

A Polícia Rodoviária Federal no Maranhão prevê para esta quarta-feira, 8 de março de 2017, um dia de muitas manifestações nas principais rodovias no estado. Levantamentos realizados pelo trabalho de inteligência da PRF indicam ao menos 11 pontos de possíveis manifestações em BRs e MAs.

 Existe a possibilidade de interdição na Ponte da Estiva, única entrada e saída da Ilha de São Luís. A previsão é que a movimentação no Estreito dos Mosquitos aconteça a partir das 5h da manhã de quarta-feira. Outros pontos também foram levantados, como em Caxias, Imperatriz, Santa Inês e Codó. O ato contra a reforma trabalhista e previdenciária está sendo liderado pela Federação dos Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares do Estado do Maranhão – FETAEMA. Existe a possibilidade de expedição por parte da Justiça Federal de um INTERDITO PROIBITÓRIO contra interdições nas rodovias federais, decisão que geralmente prevê pesadas multas aos organizadores e participantes deste tipo de movimento.
 
Veja os 11 (onze) principais locais onde pode haver manifestação nesta quarta-feira (8) no estado do Maranhão. 

1) São Luís/MA – Estiva (km 24 da BR 135);
2) Santa Luzia do Paruá/MA (BR 316);
3) Estaca
Zero (BR 316, próximo a Santa Inês);
4) Pinheiro /MA – Baixada maranhense (MA 006 e MA 106);
5) Caxias/MA – Entrada de São João do Sóter (BR 316);
6) Balsas/MA (BR 230);
7) Região do Baixo Parnaíba (BR 222, próximo a Chapadinha);
8) Região Tocantina (BR 010, entrada de Cidelândia);
9) Região Mearim – Caxuxa (BR 316);
10) Região Central do estado – Presidente Dutra/MA (BR's 135 e 226);
11) Codó - Quilômetro Dezessete (BR 316)

Fonte: PRF
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :

Postar um comentário