Denuncie

Governo traça estratégias para intensificar vacinação contra o HPV

sábado, 22 de julho de 2017

Share/Bookmark


O Governo do Estado discutiu estratégias para intensificar vacinação de meninos e meninas contra o HPV no Maranhão. Técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (SES) estiveram reunidos na manhã de quinta-feira (20), no auditório da Rede de Frio Estadual, com secretários municipais de saúde da região metropolitana, representantes da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), Sindicatos da Educação, das Escolas Particulares e Saúde Indígena para planejar ações para aumentar a cobertura de vacinação contra HPV em 2017.

A cobertura da vacinação contra o HPV acumulada no Maranhão no período de janeiro de 2014 a junho de 2017 é de 48,5% - abaixo da meta preconizada pelo Ministério da Saúde, que é de 80%. 

A coordenadora do Departamento de Doenças Imunopreveníveis da SES, Maria Helena Almeida, disse que a intenção da reunião é buscar parcerias para o alcance das coberturas ideais, assim como evitar o desperdício das vacinas contra HPV, cujo custo da dose individual é de R$ 42,31. Todos os envolvidos receberam uma planilha para descrever as ações a serem realizadas para aumentar a cobertura vacinal contra o HPV em adolescentes. A planilha deverá ser entregue ao Departamento de Doenças Imunopreveníveis até o dia 28 de julho.

Entre as propostas apresentadas pela coordenação estão o desenvolvimento de atividades nas escolas de preferência municipais que têm alunos nas faixas etárias preconizadas, meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos; reuniões de articulação intersetoriais (Saúde, Educação, Conselhos de Saúde, entre outros); palestras educativas para pais, alunos, funcionários e professores; mobilização do público para a vacinação e a vacinação conforme calendário definido. 

Participaram também da reunião o secretário adjunto da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SES, Marcelo Rosa, além da superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças, Maria das Graças Lírio Leite. 

Esquema de vacinação 

A vacina contra o HPV quadrivalente (papilomavírus humano 6,11, 16 e 18 – recombinante) foi introduzida no Calendário Nacional de Vacinação em março de 2014, com o objetivo de reforçar as atuais ações para o rastreamento do câncer do colo do útero e possibilitar a prevenção da doença nas próximas décadas. Em 2016, o esquema de vacinação passou a ser de duas doses (0, 6 meses), utilizadas para todas as meninas de 9 a 14 anos. Neste ano de 2017, houve a ampliação da oferta de vacina contra HPV para meninos de 11 a 14 anos (até 14 anos, 11 meses e 29 dias).

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :

Postar um comentário