Denuncie

Rádio Boa Esperança do Mearim, passa aniversário de 26 anos de portas fechadas

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Share/Bookmark




FOTO ATUAL


Era uma tarde de 28 de agosto de 1991. Esperantinópolis vivia a expectativa de ter um grande veículo de comunicação de massa, a Rádio Boa Esperança do Mearim, esforços de seu proprietário, o então prefeito, Henrique Muniz. A Terra da Esperança entrava na era do rádio, onde não era mais mera ouvinte, mas produtora e realizadora dos seus próprios programas, do seu noticiário, e enfim surgiu, uma emissora com a cara do nosso povo, com os apresentadores advindos do seio da própria sociedade esperantinopense, sem trazer ninguém de fora, que conseguiram dar a voz aquele sonho: A Voz do Mearim

Em pouco tempo, sua programação invadia os lares de toda a região, amealhando milhares de ouvintes diariamente que se deslumbravam com as músicas, a comunicação fácil e voltada para a comunidade, com prestação de serviços, notícias, e com as vozes de Damião Medeiros, Arialdo Castro, Edézio Monteiro, Rosilene Borges, Antonio Luis, Chico Monteiro, Nilton Lee, Nilton Monteiro, Carneirinho, Compadre Mundim...depois vieram outros, e o sucesso foi total durante anos. Ao longo de mais de uma década, comandada por Henrique Muniz, a Rádio Boa Esperança do Mearim era sinônimo de sucesso em Esperantinópolis, Poção de Pedras, Lago da Pedra, Barra do Corda, Igarapé Grande, Joselândia, Tuntum e tantos outros lugares...um verdadeiro fenômeno.

 O tempo passou, e hoje, a Rádio Boa Esperança do Mearim completa 26 anos no mais terrível abandono. Fora do ar por oito meses, a emissora calou. A voz do Mearim está calada! O descaso, o abandono, a falta de amor pela comunicação está deixando milhares de órfãos em toda a nossa região. Os aparelhos de transmissão estão sucateados, a torre caindo aos pedaços, os radiais (por onde são emitidas as ondas) foram dilacerados com a falta de cuidados de seus donos. O que resta hoje são as lembranças, doces lembranças de um período que o tempo está apagando aos poucos. Em muitas cidades, as emissoras foram reaparelhadas, migraram para FM, se reinventaram e hoje mantém padrão de sucesso com um público cativo. A Boa Esperança do Mearim se perdeu no tempo, foi esquecida, abandonada. Durante algum tempo, seus funcionários, num ato de heroísmo puro e amor imensurável, conseguiram carrega-la nas costas, porém, hoje, nem mesmo a força destes heróis conseguiu mantê-la no ar.

 Agora, 26 anos depois, a voz do Mearim...calou! Nossa homenagem a todos aqueles que fizeram esta emissora ao longo destes anos. Nosso repúdio aos que a sucatearam e nosso veemente apelo aos que amam Esperantinópolis: a Rádio Boa Esperança do Mearim não é uma empresa qualquer, é um patrimônio cultural de nosso povo e da nossa cidade, ou ainda mais, de toda a nossa região.

           Façamos alguma coisa!!!


Resultado de imagem para radio boa esperança do mearim
TRANSMISSORES 






 Aquivos:

Resultado de imagem para radio boa esperança do mearim


Nenhum texto alternativo automático disponível.
Sobre a gestão de Carlos Barroso
A imagem pode conter: 1 pessoa, área interna


A imagem pode conter: 1 pessoa, tocando um instrumento musical, sentado, mesa e área interna

A imagem pode conter: 17 pessoas, pessoas sentadas
A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé e área interna
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :

Postar um comentário