Denuncie

“APROVADO O PACOTE DE MALDADES DO PREFEITO ALUISINHO DO POSTO”, DIZ VEREADOR LULA.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Share/Bookmark
 

Nesta sexta-feira (29), em Sessão Extraordinária convocada pelo presidente interino, vereador Frankson (PHS), foi aprovada a alteração no Código Tributário do município, que na prática autoriza o prefeito Aluisinho do Posto (PCdoB) a cobrar mais impostos. 

Todos os vereadores presentes votaram a favor do projeto, com exceção dos vereadores Lula (PSDB) e Chiquinho Boa Vontade (PR). Lembrando que os vereadores Gilson Vieira (PRTB) e Mihayllove (PROS) não estavam presentes. O primeiro por motivo de saúde, que está lutando contra o câncer. Tem nossas orações por sua recuperação. O segundo está em São Luís para uma reunião.

 Houve um forte embate e desentendimento entre os vereadores de oposição Lula e Chiquinho contra o presidente Frankson. Os oposicionistas alegam que pediram vistas da matéria, fato que o presidente da casa não acatou. Lula e Chiquinho afirmam que vão ao Ministério Público visando denunciar o descumprimento do regimento interno da Câmara. 

Segundo o vereador Lula, esse pacote de maldades vai abranger a todos os empreendedores, do micro ao macro, sem exceção: “ O famigerado projeto enviado pelo executivo para Câmara, do comunista Aluisinho do Posto, vai cobrar tributos do borracheiro, da manicure, do empresário da construção civil etc. É andar na contramão do que muitos prefeitos estão fazendo este momento de aguda crise econômica. O prefeito faz com o povo de Esperantinópolis o que o presidente Temer vem fazendo com o Brasil. É lamentável”, disparou líder da oposição.


Procuramos os vereadores da base do governo e os secretários municipais, mas não quiseram conceder entrevista. 

Confira no vídeo a entrevista com os vereadores Lula e Chiquinho Boa Vontade!






ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

51 comentários :

Postar um comentário