Denuncie

SEIC PRENDE ACUSADOS COM ENTORPECENTES AVALIADOS EM 750 MIL REAIS

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Share/Bookmark
SEIC prende acusados com entorpecentes avaliados em 750 mil reais

Em ações de combate ao crime de entorpecentes na região metropolitana de São Luís, a Superintendência Estadual de Investigações Criminais, realizou um monitoramento de cerca de seis meses que culminou na prisão de três pessoas pelos crimes de tráfico internacional de drogas. Os suspeitos, identificados por Robson Pereira da Silva, 37 anos; Felipe Rafael Pereira da Silva, 26 anos e Edilson Santos Diniz, 40 anos, foram flagrados com 30 kg de pasta base de crack, avaliados em 700 mil reais, uma arma de fogo e a importância de 46 mil reais.

Os acusados foram investigados por conta de denúncias anônimas que deram curso a uma investigação de aproximadamente 60 dias. Na ação policial realizada pela Seic, o grupo foi encontrado nos bairros do Alto do Turu, e na Vila Vicente Fialho. Os criminosos Robson Pereira da Silva e Edilson Santos Diniz foram presos no bairro da Vicente Fialho, já Felipe Rafael Pereira da Silva, foi preso no bairro do Alto do Turu. Os dois irmãos Robson Pereira e Felipe Rafael Pereira são naturais do Mato Grosso, enquanto o Edilson Santos, que seria o motorista da empreitada criminosa, é natural de Viana-MA.

Apreensão de Dinheiro e entorpecentes

O Superintendente da Seic, o delegado Tiago Bardal em pronunciamento durante a apresentação dos entorpecentes à imprensa ressaltou: ”O grupo já vem praticando o tráfico de entorpecentes há muito tempo. Os dois irmãos, Robson Pereira e Felipe Rafael Pereira, já tem passagens pela polícia pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo que contra Edilson Santos ainda não consta nenhuma prisão anterior. Os mesmos foram presos com vários tonéis onde estava armazenada a pasta base de crack, avaliada em 750 mil reais; uma importância de 46 mil reais, um veículo Ford Ka, uma arma calibre 38 e 06 munições intactas”, ressaltou o superintendente.

O Superintendente da Seic adiantou ainda durante a apresentação dos envolvidos, que eles são integrantes de um grupo interestadual de entorpecentes que transporta drogas para o estado do Maranhão. Após serem ouvidos pelos delegados da Seic, foram autuados em flagrante delito pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo. Em seguida foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição da Justiça.
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :