Denuncie

Em Pinheiro, médico é preso acusado de negar atendimento a criança

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018
Compartilhe esta Notícia

Bebê acabou morrendo dentro da ambulância

Um médico de Pinheiro foi preso na madrugada desta quinta-feira (1º), acusado de omitir socorro a um recém-nascido em um hospital da cidade.

Paulo Roberto Penha Costa estava de plantão na unidade, quando chegou uma ambulância de São Bento com a criança.

De acordo com a Força Tática do 10º Batalhão da Policia Militar de Pinheiro, inicialmente a equipe do hospital se negou a receber a criança por se tratar de paciente de município que, por regra, está vinculado a Viana.

Chamados ao local, os policiais pediram para conversar com o médico de plantão, que seguiu se negando a atender o recém-nascido.

Os PMs, então, solicitaram que Paulo Roberto os acompanhasse até a delegacia, para esclarecimentos, e o avisaram de que ele estava sendo enquadrado em omissão de socorro.

O médico resistiu e acabou sendo conduzido coercitivamente. Por conta da demora em ser atendida, a criança acabou morrendo.

Reação

Nas redes sociais, o deputado Othelino Neto (PCdoB), que faz política em Pinheiro, comentou o caso.


Segundo ele, foi “absurda” a morte do bebê por falta de atendimento.


“Absurda a morte de um recém-nascido na madrugada de hoje, em Pinheiro, em razão da equipe do Hospital Municipal Materno Infantil ter se recusado a prestar o atendimento, sob a alegação de que o paciente era oriundo de São Bento. Mesmo após a intervenção policial, o médico plantonista se recusou a atender e acabou sendo preso em flagrante por omissão de socorro. Triste ver situações como essa se repetindo na querida Pinheiro”, declarou.

Homicídio

Em entrevista ao jornalista Jorge Aragão, no Programa Ponto Final, da Rádio Mirante AM, o delegado regional de Pinheiro, Carlos Renato, informou que o médico foi autuado por homicídio culposo e que fora arbitrada fiança de 50 salários mínimos.

Se não houver pagamento ainda nesta quinta-feira (31), ele será transferido para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Outro lado

O Blog do Gilberto Léda já tentou contato com o médico Paulo Costa, para que ele apresente sua versão dos fatos.
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :