Denuncie

Acusado de homicídio é absolvido pelo Tribunal do Júri em Esperantinópolis-MA

terça-feira, 20 de março de 2018
Compartilhe esta Notícia



Em sessão no tribunal do júri, da comarca de Esperantinópolis, julgou, nessa terça-feira (20), o réu Vinicius Félix Monteiro da Silva, que era acusado de ter matado um homem identificado como Francelino Rego da Silva. 

O fato aconteceu no dia 14 de novembro de 2010, no povoado Lagoa Dantas, zona rural de Esperantinópolis. A denúncia foi feita pelo Ministério Público, recebida em 10 de outubro de 2011.

 Ao final, o conselho da sentença formada por sete júris (no mês das mulheres o júri foi formado pela segunda vez somente pelo sexo feminino, isso é inédito na cidade), e consideraram o réu inocente, a defesa foi feita pelos os advogados Chico do Adriano e  José Teodoro do Nascimento e o promotor que atuou no caso foi Xilon de Sousa Junior, titular da comarca de Esperantinópolis. O veredito foi dado pela juíza Cristina Leal Meireles.
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

26 comentários :

  1. Anônimo disse... :

    Uma verdadeira injustiça. O sujeito tira uma vida sem dó nem piedade e sem nenhuma chance de defesa da vítima e é absolvido do crime que cometeu. Ao tirar a vida daquele rapaz ele não apenas tirou uma vida. Mas, tirou a vida de uma família inteira. Mas uma família destruída e autor continua aí livre pra fazer o que bem quer. Até talvez tirar mais uma vida. A justiça dos homens é falha, mas a de Deus não.

  1. Anônimo disse... :

    Virou moda absorver condenado!

  1. Anônimo disse... :

    maldito mereceu foi ser condenado por muitos anos. mais a justiça de Deus já ser feita. tudo que ser faz paga.

  1. Anônimo disse... :

    Porque tu no mostra o julgamento e a cara do réu Carlos Barroso.

  1. Anônimo disse... :

    Ele não é mais réu primario, qualquer vacilo que ele der de agora em diante, ele será preso imediatamente. Se ele arrumar uma briga ele vai preso entao cuidado vinicius. Tu nao é mais réu primario.

  1. Anônimo disse... :

    Jura popular e uma verdadeira aberração, a justiça tinha q escalar para um julgamento deveria ser ( advogado, estudante de direito até mesmo policiais por sabem das leis ) e não professor, enfermeiro, comerciante pessoas q não sabem e não praticam a leis.

  1. Anônimo disse... :

    nao existe essa de alguem matar outra pessoa e ser inocente...como pode um promotor deixar isso aconmtecer....o que se julga sao os atenuantes de um crime...pq crime é crime e nao inocencia

  1. Anônimo disse... :

    Ó boca de burro se ele foi absolvido ele nunca foi réu seu jumento maranhence

  1. Anônimo disse... :

    Bolsonaro 2108

  1. Anônimo disse... :

    Seria bom si foce um filho de um dos jurados pôquer foi tudo comprado ai agente ia ver

  1. Anônimo disse... :

    Justiça cega, justiça do terror, até quando bandidos serão absolvidos? ? So aqui em esperantinopolis? Quem será a próxima vitima?

  1. Anônimo disse... :

    Juri compostos por mulheres dá nisso, absolvição. Mulher tem o coração mole, elas se comovem com tudo.

  1. Anônimo disse... :

    o que morreu era provocador e metido a valente. gostava de brigar. nao que ele devesse morrer, mas procurou confusao com a pessoa errada, so isso!!!

  1. Anônimo disse... :

    Mentira

  1. Anônimo disse... :

    Foi nada. Qualquer um hoje em dia q for réu primario pode matar. A Lei não prende réu primario.

    É só matar e fugir do flagrante de 24 horas q no outro dia ta solto.

    Só vai preso quem tiver repondendo a processo.

    Quem for réu primário não vai preso.

  1. Anônimo disse... :

    Tomare q o sargento Oliveira venha logo pra esperantinópolis e acabe de uma vez por todas com esses zé ruelas metidos a valentes. O sargento oliveira não alisa bandido não, com ele bandido vai é na bala.

  1. Anônimo disse... :

    Metido a valente a valente é o acusado que mata sem dó. Bate em mulher e anda humilhando os outros nas ruas dessa cidade. Quantos casos se sabe que o acusado apronta por aí? Muitos, não denunciam ou não fazem nada por medo dele. Mais uma hora ele acha o dele. O outro morreu inocente sem procurar brigas.

  1. Anônimo disse... :

    Verdade! Além de tudo isso, tem q alegar legítima defesa pra ser absolvido, se nao alegar isso, o júri condena.

  1. Anônimo disse... :

    Mês da mulher, júri composto só por mulheres... Vai dizer que elas não sabiam que ele é machista e que já abusou mais de uma vez de mulheres aí em Esperantinópolis. Cadê o empoderamento feminino? Façam-me um favor. E é porque essas mulheres não devem ser daquelas que são da margem da sociedade, devem ter alguma informação. Isso é piada. Ah! entendi, como as outras que foram abusadas por ele, elas devem ter ficado com medo...

  1. Anônimo disse... :

    E sentem-se coagidas, pois estão de frente com um bandido. Dificil mesmo entender que houveram duas absolvições consectivas em juri popular.

  1. Anônimo disse... :

    Entao agora eu já sei o segredo pra ser abisolvido. O segredo é alegar legítima defesa.

  1. Anônimo disse... :

    Vamos matar geral e alegarmos legítima defesa.

  1. Anônimo disse... :

    O promotor provou que ele não agiu em legítima defesa, e sim por crueldade.

  1. Anônimo disse... :

    Deus não comete vingança em nome de outros, amigo. A sua justiça é baseada no perdão e numa nova chance. A justiça dos homens é que deveria punir o assassino, perderam a oportunidade, se ele era realmente culpado.

  1. Anônimo disse... :

    Como vc sabe se ele agiu por crueldade olha saiba primeiro os motivos pra depois julga duvido um de vcs q atira pedra contra ele se colocar no lugar dele agiu em legitima defesa ou matava ou morria vcs iria fazer oq se estivesse no lugar dele pense antes de julga

  1. Anônimo disse... :

    Bandido uma ser que se defende para não morre vc chama de bandido gente ele só se defendeu