Denuncie

Governo executa medidas do plano de contingência em saúde pública em enxurradas e inundações no Maranhão

sábado, 3 de março de 2018
Compartilhe esta Notícia

Atualmente 11 municípios maranhenses apresentam situação de risco para o fenômeno das inundações. (Foto: CB)


O Governo do Estado reuniu, nesta quarta-feira (28), membros do Comitê Estadual de Saúde em Desastres para avaliar e intensificar o monitoramento nos municípios maranhenses que apresentaram situação de risco de enchentes, além de medidas para o enfrentamento de desastres por eventos naturais no Maranhão. O encontro aconteceu no auditório do Laboratório de Saúde Pública (Lacen/MA), no bairro Diamante.

Atualmente 11 municípios maranhenses apresentam situação de risco para o fenômeno das inundações. Nas áreas, a população recebe orientações e desenvolvimento das ações integradas com a Coordenadoria de Estadual de Proteção e Defesa Civil do Maranhão (CEPDECMA).

No município de Imperatriz, as famílias que estavam desabrigadas por conta da enchente na área ribeirinha, já retornaram para suas residências. O Rio Tocantins chegou a subir 7,5 metros. Quando baixou para 4,5 metros, as famílias retornaram. Durante o período em que estiveram no abrigo, as famílias receberam apoio da Prefeitura de Imperatriz (alimentos, material de limpeza, consultas e exames). As residências também foram borrifadas contra insetos e roedores.

Os outros municípios em situação de risco e que estão recebendo orientações, são: Trizidela do Vale, Marajá do Sena, Caxias, Pedreiras, Cantanhede, Nina Rodrigues, Lago dos Rodrigues, Coroatá, Conceição de Lago Açú e Lago do Junco.


“Nós temos um plano de enfrentamento de desastres naturais que é baseado no planejamento de cada ação que deve ser feita por cada área dentro e fora da Secretaria de Estado de Saúde. É feito um trabalho conjunto com os municípios que estão vulneráveis para minimizar os danos que as enchentes podem trazer para a população, vacinando, ofertando hipoclorito, agua potável”, afirmou a chefe do Departamento de Epidemiologia da SES, Lea Costa

A representante do Comitê Estadual de Saúde em Desastres, Daniela Melo, apresentou as ações intersetoriais e integradas que devem ser executadas de acordo com o Plano de Contingência para Emergência em Saúde Pública por Enxurradas e Inundações no Maranhão.

“Estamos analisando a situação para implementarmos o plano e produzirmos respostas de acordo com o contexto de cada município, pois sabemos que esses eventos afetam a população e atingem direta e indiretamente a saúde humana e o ambiente, e precisamos agir com estratégias que contemplem ações de promoção, de vigilância e de assistência à saúde” disse.

As principais ações a serem adotadas pelas áreas integrantes do Comitê de acordo com o Plano de Contingência para Emergência em Saúde Pública por Enxurradas e Inundações do Maranhão, são medidas intersetoriais e respostas coordenadas, estabelecimento de comando frente a situação de emergência, normatização do processo de trabalho, identificação dos fatores de risco e das populações vulneráveis ao risco, análise e informações relevantes para nortear a tomada de decisões, gestão financeira de logística e de pessoas, entre outras medidas.

Prevenção

Todas as Unidades Regionais de Saúde (URS), foram abastecidas com hipoclorito de sódio pela Superintendência de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES. Esta semana uma segunda remessa do produto está sendo encaminhada para as regionais.
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

3 comentários :

  1. Anônimo disse... :

    O asfalto do povoado Palmeiral vai sair quando heim responde aí ex prefeito kkkkkkkk

  1. Anônimo disse... :

    Na lama e na poeira queremos o asfalto do povoado Palmeiral de qualquer maneira

  1. Anônimo disse... :

    Arrocha aí galera do asfalto kkkkkkkk