Denuncie

Mulheres maranhenses são destaque no programa SuperPoderosas da Band

segunda-feira, 7 de maio de 2018
Compartilhe esta Notícia


Cesarina Gomes da Silva, moradora de Aldeias Altas, aprendeu a ler e escrever aos 78 anos de idade e agora pode vender à prazo

A força da mulher maranhense foi um dos temas abordados pelo programa SuperPoderosas, da Rede Bandeirantes, nesta segunda-feira (7), a partir das 10h50.

Acompanhando a rotina de mulheres com história de superação e muita força de vontade, a produção do programa gravou durante dois dias em solo maranhense, documentando histórias como a de dona Cesarina Gomes da Silva, moradora de Aldeias Altas, interior do Maranhão, que é uma das educandas do programa Sim, Eu Posso!, do Governo do Estado.

Aos 78 anos de idade, a idosa tem uma venda de carne em casa e contou ao SuperPoderosas que conseguiu vender a prazo a partir do momento que foi alfabetizada durante as aulas do programa. Antes ela não tinha como ter o controle das vendas.

“Eu não sabia escrever e guardava as vendas apenas na cabeça, mas acabava esquecendo quem me devia. Depois das aulas e graças ao Sim, Eu Posso!, hoje eu sei ler e escrever e faço meu caderno do fiado com o nome dos devedores”, conta a idosa.

De mãe para filha

Ainda como parte da grande comemoração de Dia das Mães, a edição do programa mostrou para o Brasil inteiro a relação de mãe e filha que se transformou em superação e aprendizado.

A aposentada Dalva Rodrigues, dona Loura, 74 anos, se curou da depressão após a morte do marido, por meio das aulas dinâmicas lecionadas pela própria filha, Sônia Maria Loura Vieira.

“Eu sou muito grata por poder ajudar a minha mãe a superar um momento muito difícil e ainda ajudar para a real alfabetização dela”, conta Sônia.

“Eu amo muito a minha filha e ter ela como professora é motivo de orgulho para mim”, fala orgulhosa Dalva.

Sim, Eu Posso!

As duas histórias são de mulheres maranhenses que vivem em Aldeias Altas. Localizado na região Leste Maranhense, a 392 km da capital São Luís, o município possui uma população de pouco mais de 26 mil habitantes. 

A cidade contava com um alto índice de analfabetismo em seu território, totalizando 5.771 pessoas que não sabiam ler e escrever até o ano passado. Com o programa de alfabetização Sim, Eu Posso!, 2.280 pessoas já foram alfabetizadas no município, o que reduziu em mais de 35% o total de analfabetos. Em sua segunda fase, o programa está atendendo 3.297, o que vai erradicar o histórico problema na cidade.

Além de Aldeias Altas, o programa é realizado em Jenipapo dos Vieiras, Itaipava do Grajaú, Aldeias Altas, Água Doce do Maranhão, Governador Newton Bello, Santana do Maranhão, São João do Carú, São Raimundo do Doca Bezerra, Lagoa Grande do Maranhão, São Roberto, Afonso Cunha, Marajá do Sena, Santa Filomena do Maranhão, Milagres do Maranhão e Belágua, todos integrantes do Programa Mais IDH.


ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :