Denuncie

Comarca de Pedreiras promove evento de valorização da mulher em Lima Campos

segunda-feira, 18 de junho de 2018
Compartilhe esta Notícia

Juízes e servidores participaram da abertura do evento.
Em alusão à III Semana Estadual de Valorização da Mulher, a comarca de Pedreiras realizou nas últimas quinta-feira (14) e sexta-feira (15), uma programação para chamar a atenção da sociedade da cidade Lima Campos (termo judiciário de Pedreiras) sobre o problema da violência contra as mulheres e a importância de denunciar os crimes. O evento também reuniu membros das comunidades de Pedreiras e Trizidela do Vale.
A programação começou uma Alvorada do Despertar e seguiu em carreata pela cidade, percorrendo os principais bairros para convidar a população para participar dos serviços e ações disponibilizados na Praça Duque de Caxias. A carreata chamou atenção das mulheres para o problema da violência.
A Abertura foi feita pela juiza Larissa Tupinambá (3ª Vara) e contou com a presença do juiz Marcelo Moreira (diretor da CGJ), representando o corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho Silva; dos juízes Marco Adriano Ramos Fonsêca, (1ª Vara de Pedreiras) e Ana Gabriela Costa Everton, (2ª Vara); do prefeito de Lima Campos, Jailson Fausto Alves; representantes do Ministério Público Estadual, Defensoria Pública, entre outras autoridades. “O objetivo maior desse evento é a conscientização e o resgaste da autoestima da mulher, por isso, oferecemos vários serviços, orientações e esclarecimentos”, disse a juíza Larissa Tupinambá.
O juiz Marcelo Moreira avaliou que a magistratura do Maranhão tem sido muito proativa no sentido de patrocinar e liderar campanhas como essa, que buscam resgatar a cidadania, um dos pilares da administração do corregedor-geral, desembargador Marcelo Carvalho. “É fundamental a parceria entre os poderes e órgãos constituídos para o sucesso dessa e de outras campanhas”, frisou.
PROGRAMAÇÃO – Na quinta-feira (14), a comunidade pôde participar dos minicursos “Formas, práticas e estratégias de enfrentamento à violência” e “Considerações sobre a violência contra a mulher negra”, além de palestras, apresentações culturais, roda de capoeira e aula de zumba.
Na sexta-feira (15), também foram promovidos minicursos, premiações e palestras, inclusive ministradas em comunidades rurais. A palestras e minicursos abordaram a cultura machista e violência de gênero; estudo de caso sobre Nísia Fereira – pioneira no feminismo no Brasil -; a história do feminismo no Brasil e estudo de caso sobre Marielle Franco e o feminismo, entre outros.
O juiz Marco Adriano Ramos Fonseca ministrou a palestra “Eles por elas: pelo fim da violência contra a mulher”, chamando atenção para os objetivos da campanha.

A imagem pode conter: 2 pessoas, atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 17 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

0 comentários :