Denuncie

Pai e Mãe são acusados de assassinar a própria filha de dois meses de idade na cidade de Dom Pedro

terça-feira, 3 de julho de 2018
Compartilhe esta Notícia



Por 

Uma criança de apenas dois meses de idade foi espancada até a morte e segundo a polícia, os próprios pais Natália Carneiro de Oliveira de 18 anos e G. da S. S. menor de idade (fará 18 anos no dia 27 de Julho) são os principais acusados de matar com requintes de crueldade a própria filha.

O crime ocorreu na noite desta segunda-feira (02) na cidade de Dom Pedro-MA. O assassinato da criança revoltou a população do município.

Segundo informações do radialista Bruno Almeida, por volta da oito horas da noite, o pai G. da S. S. chegou ao Hospital Geral de Dom Pedro com a filha nos braços desmaiada informando que a bebê havia se engasgado.

O médico que fez o atendimento notou alguns hematomas pelo corpo da criança e indagou o pai quais os motivos das manchas; nesse momento G. da S. mudara sua versão alegando que a filha tinha caído da cama. Minutos depois Natália Carneiro, a mãe, também chegou ao hospital e confirmou a versão do marido. O plantonista teria achado muito estranho os pais só levarem a filha ao hospital uma semana depois da queda.

Ao examinar melhor, o médico constatou que a bebê já chegou morta ao hospital e teria sido vitima de espancamento, pois a mesma estava com hematomas na orelha, na cabeça e por todo o corpo, e com as pernas e clavícula quebradas.

O corpo da criança continua no hospital aguardando realização de exames mais detalhados pelo Instituto Médico Legal de Timon.

A polícia foi chamada e Gabriel e Natália foram presos em flagrante ainda no hospital por suspeita de homicídio; e em seguida encaminhados para a Delegacia Regional de Presidente Dutra onde foram autuados pela Delegada Elen Coelho. Os dois permanecem à disposição da Justiça.
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

1 comentários :

  1. Anônimo disse... :

    Que absurdo!!! Meu desejo é que esses covardes paguem bem direitinho o crime cometido