Denuncie

Surgem mais detalhes da prisão de “Mãozinha”.

sexta-feira, 27 de julho de 2018
Compartilhe esta Notícia



Uma operação desencadeada pelas Delegacias Regionais de Polícias Civil de Açailândia e de Pedreiras culminou na prisão de um foragido da justiça identificado como, Francisco Messias da Silva Filho, vulgo “mãozinha”, condenado a 16 anos de prisão pela prática de um homicídio ocorridos no ano de 2015, na cidade de Esperantinópolis/MA.

Em desfavor do suspeito também havia um mandado de prisão preventiva em aberto. Ele estava foragido desde 2016 por ser o principal suspeito de execução de as vítimas foram Manuel Alves de Souza, vulgo Tor da Bela vista, de 48 anos de idade, morto com 5 tiros (três nas costelas e dois na cabeça); Antônia sua cunhada de 34 anos, morta com 3 tiros (um no rosto acima do olho direito e dois nas costas) e o filho dela Caic de apenas 9 anos de idade, morto com 3 tiros (um abaixo do olho esquerdo e dois nas costas).

De acordo com o Delegado Regional de Pedreiras, Dr. Diego Maciel Ferreira, a barbárie ocorreu no dia 17 de março de 2016, nas imediações do Povoado Centro do Meio, na zona rural de Esperantinópolis-MA.

Durante essa operação, foram cumpridos todos os mandados de prisão que se encontrava em aberto em desfavor de “Mãozinha”.

A prisão foi possível em decorrência do esforço conjunto das regionais de Açailândia e Pedreiras, que vinham realizando o monitoramento do investigado até conseguirem ter êxito na prisão do mesmo. Francisco Messias da Silva Filho está na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Açailândia, mais deve ser transferido para o presídio de Pedreiras o mais breve possível, onde ficará a disposição da justiça.
ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

4 comentários :

  1. Anônimo disse... :

    Meu amigo e irmão mãozinha, q o senhor apodreça na prisão.

  1. Anônimo disse... :

    Impunidade traz tudo isso e muito mais vejam os casos do centro do coroata todos livres

  1. Anônimo disse... :

    Ele tem pagar o q ele fez com pobre mulher e a com criança pq esse Tor bem q tava na hora d da cabo nele já tava de mais

  1. Anônimo disse... :

    A criança e a mulher morreram como queima de arquivo o alvo era só o tor, mas como eles estavam presentes entao foram todos mortos como queima de arquivos para não deixar rastros