Denuncie

Sessão ordinária é tomada por troca de farpas entre vereadores

sábado, 11 de agosto de 2018
Compartilhe esta Notícia





Na manhã da ultima quarta-feira (8), aconteceu mais uma seção ordinária, aonde o plenário da Câmara de Vereadores de Esperantinópolis foi palco de troca de farpas entre dois parlamentares.

O vereador Lula usou do pequeno expediente Para solicitar aos colegas que assinassem um documento de apoio a retirada do lixão, que fica de frente a comunidade, Formiguinha.


Em seguida o vereador Frankson, disse que seria melhor que a comunidade utilizasse da ata da audiência pública sobre a retirada do lixão que foi assinada na presença, do promotor, assessores jurídico e secretários municipais, aonde foi abordado que o município disponibilizaria um novo terreno para atender às necessidades do lixão, tem muito mais valor jurídico, do que o documento que o referido vereador está sugerindo, porque ao meu ver judicialmente falando, não vejo esse documento com validade jurídica, por mais que seja assinado por nos vereadores. Logo após ele sugeriu uma ideia a casa. Que seja feito um ofício pedindo providências, anexando ao ofício à ata que foi feita anteriormente, esperaríamos a resposta do município e aí sim, acredito que teríamos uma validade jurídica neste documento, para que o ministério público tome as providências cabíveis, eu acho que seria uma sugestão mais viável. "Esse assunto tem que ser resolvido!"

O embate começou quando Lula usou da tribuna para dizer “ aqui eu quero dá um recado para o representante da comunidade Formiguinha (Helio), se um pedido de providência assinado por 11 vereadores não tiver valor jurídico, não ser considerado como documento, o que estamos fazendo aqui? Um documento timbrado por essa casa, assinado pelos legítimos representes desse povo, o que estamos fazendo aqui senhores? Todo documento que sai da Câmara é público e registrado em ata e tem valor sim, tem o valor representativo de 18 mil habitantes. Minha luta é pelo povo e não me arrependo de ser vereador" falou o vereador.

A discussão começou a partir da declaração do vereador Frankson, que dizia “senhor presidente, ao meu ver, os meus amigos do povoado Formiguinha e vossa excelência tem dois documentos que juridicamente são bem mais valiosos e  entre eles, tem uma sentença assinada por uma juíza, pedindo que o município retire o lixão da comunidade e ao meu ver, é que o vereador Lula nada mais quer do que fazer políticas e jogar os moradores do povoado contra os vereadores, gente não tem nenhum vereador aqui contra, nós somos sim a favor, acabei de  reforçar o pedido, o problema é que o nobre vereador Lula quer politicar, como se só ele resolvesse tudo em Esperantinópolis, (o salvador da pátria) muito se quer, ele respeita os colegas dele", declarou Frankson.

Ele disse ainda "Helio diga aos moradores da Formiguinha que eles têm o nosso total apoio, peça que seja retirado o lixão, vocês têm uma detenção judicial na mão. Me perdoe vereador Lula, vossa excelência quer fazer política, é o que a gente ver, e que esse seu choro nada mais é do que a falta de "pipo", isso que é verdade, vossa excelência nunca ficou contra um prefeito, todo mundo sabe disso. Em 2012 você foi eleito em que lado? Antes de assumir a prefeitura você já estava com Raimundinho”, e para finalizar Frankson pediu desculpa por ter se exaltado e solicitou que o vereador Lula parasse de demostrar que só ele trabalha a favor do povo e que o restante dos vereadores não fazem nada.

Em resposta Lula retrucou “ Em nenhum momento eu falei que eu faço e os outros não fazem, eu apenas falei de uma proposição de autoria minha sobre a matéria chamada pedido de providências e que eu gostaria que os vereadores se dosassem com suas assinaturas, em nenhum momento eu falei que eu faço e que os outros não fazem, em nenhum momento fiz isso, porque seria desrespeito", respondeu Lula.

Ele continuou "E essa questão da palavra “pipo” que saiu da boca de vossa excelência, é uma palavra que não existe no meu vocabulário, eu acho até que é uma falta de respeito, o senhor sinalizou que eu estou no grupo de oposição porque não me deram dinheiro, e eu gostaria aqui que houvesse respeito em relação a isso, eu não faço o papel que vossa excelência faz, aonde veio outro dia na tribuna e pediu vários documentos para o município, querendo abrir CPI de creche e outras coisas, e no dia seguinte desistiu de tudo, será se foi por causa do “pipo”? Vossa excelência,  não vamos tratar essa verba não, eu sempre o respeitei como eu respeito todos os colegas. Guarde essa palavra “pipo” porque acho uma palavra muito baixa para se falar dentro do parlamento. Eu nunca disse isso com nenhum colega e jamais irei dizer, isso é um agravante a qualquer um que esteja aqui nesta casa", concluiu o parlamentar Lula.

ATENÇÃO!
Todos os comentários abaixo são de inteira RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA de seus Autores(LEITORES/VISITANTES). E não representam à opinião do Autor deste Blog.

5 comentários :

  1. Anônimo disse... :

    Não está faltando pipo não, está faltando dinheiro mesmo. Só agora apareceu problemas em Esperantinópolis, quando ele era do lado do prefeito, a cidade era de primeiro mundo né? Me compre um bode vereador, você não passa de um demagogo

  1. Anônimo disse... :

    Esse vereador Lula é um oportunista de carteirinha esta vendo que nao tem nenhum vereador contra so que ele vai na câmera pra dizer que o bonzinho rapaz o povo nao é cego vereador Lula vc esta fazendo politicagem sim so cego que nao ve

  1. Anônimo disse... :

    👏👏👏👏👏👏ao vereador Frankson que segurou um mandato na oposição , tem coragem de desafiar o Lula, um escroque da política nessa terra

  1. Anônimo disse... :

    Vereador Lula é um sanguessuga , igual ao ROGERIO TEMER que só pensa em artimanhas pra caçar o prefeito, eita desespero grande , só
    Na cidade da esperança pra isso acontecer

  1. Anônimo disse... :

    So tenho algo a dizer.O palmeiral não é deposito de lixo.Da proxima vez q eu ver trazendo lixo da rua pra eu vou procurar a promotoria.